• Fernanda Bahia

WSL anuncia calendário do Championship Tour e Challenger Series para 2022

Na última semana a WSL confirmou o calendário do tour mundial para 2022, com o campeonato mundial integrado ao novo Challenger Series. A novidade já tinha sido anunciada pela liga e foi confirmada com o calendário.

Carissa Moore
Carissa Moore | Foto: WSL/reprodução

No novo calendário, o tour mundial passa a ter três níveis: o Qualifying Series, que vai ser regional e responsabilidade de cada escritório da WSL no mundo; o Challenger Series, que passa a ter um calendário com oito etapas ao redor do mundo; e o Championship Tour, com dez etapas e algumas novidades.

Corte no número de atletas

O Championship Tour começa em janeiro e vai ter dez etapas, com as mulheres e os homens competindo juntos em todas. O tour vai começar com os mesmos 36 atletas no masculino e 18 no feminino, como sempre.


Mas, na metade da temporada, depois da quinta etapa, as 10 primeiras mulheres e os 22 primeiros homens no ranking seguem para a segunda metade e os eventos seguem com 12 atletas no feminino e 24 no masculino - com os 2 convidados de cada etapa.


Os atletas que não seguirem na competição mundial podem competir o calendário do Challenger Series, que começa em maio, para tentarem uma vaga novamente para a temporada seguinte do CT.

Calendário
Calendário CT 2022
Calendário CT 2022 | WSL/divulgação

O tour mundial vai começar em janeiro de 2022, com a etapa de Pipeline, no Hawaii. A temporada de 2021 já teve esse formato, começando em dezembro de 2020, e a mudança será mantida. Depois de Pipe, o tour segue para Sunset Beach, ainda no Hawaii. A etapa deveria ter acontecido no tour de 2021, mas foi cancelada por conta da pandemia.


O terceiro evento do tour vai ser Peniche, em Portugal. Para fechar a primeira metade da temporada 2022, o tour vai ter duas etapas australianas: Bells Beach e Margaret River.


Depois do corte no número de atletas, os surfistas seguem para G-Land, na Indonésia, no final de maio, dando início à segunda metade da temporada. Trestles, na Califórnia, que vai ser o palco do Finals Day esse ano, vai ser a segunda etapa com o número reduzido de atletas.


Depois, a etapa brasileira do tour, em Saquarema, acontece no final de junho e início de julho. Os atletas seguem para J-Bay, na África do Sul, para a penúltima etapa, e o tour fecha em Teahupo'o, no Taiti.


A etapa da piscina do Kelly Slater, que esteve no calendário do CT desde 2018, não aparece nesta temporada. A WSL anunciou que seria apenas um intervalo e que, em 2023, ela volta para o tour.


O Finals Day também vai ser mantido para a temporada do ano que vem. Os top5 surfistas do feminino e do masculino irão competir pelo campeonato mundial em um pico ainda não divulgado, em setembro.

Challenger Series
Calendário Challenger Series 2022
Calendário Challenger Series 2022 | WSL/Divulgação

O calendário do Challenger Series conta com 8 etapas, e começa em maio, junto com o corte no número de atletas do tour. Os atletas que quiserem competir no Challenger precisam se classificar pelo Qualifying Series. Junto com esses atletas classificados, os surfistas que sairam do CT na metade da temporada também vão competir por uma vaga no ano seguinte.


Serão 96 surfistas no masculino e 64 no feminino competindo pelas vagas do CT. Os top10 homens e as top5 mulheres garantem uma vaga para a temporada seguinte do tour mundial. O ranking é definido com as notas das cinco melhores classificações das oito etapas do calendário.


O calendário do Challenger Series começa em Snapper Rocks, na Austrália. A segunda etapa, também australiana é em Manly Beach. Depois, os atletas seguem para Ballito, na África do Sul. A terceira etapa do tour é em Huntington Beach, na Califórnia, um pico clássico para eventos da WSL.


A competição segue para a Europa, com uma etapa em Ericeira, Portugal, e outra em Hossegor, na França. Os surfistas seguem para Piha, em Auckland, na Nova Zelândia, e fecham o Challenger Series em Haleiwa, no Hawaii, no final de novembro.


Ainda falta um tempo para o início da temporada, mas por aqui podemos adiantar que estamos curiosas para ver como o novo formato vai funcionar na prática. Até lá, ainda temos duas etapas do CT 2021 e o Finals Day em Trestles, para descobrirmos quem será o grande campeão de 2021.