• Fernanda Bahia

Você sabe como escolher sua primeira prancha?


Os primeiros passos para começar a surfar não são fáceis, apesar de a gente saber que vale muito a pena. São vários detalhes e decisões a serem tomadas e é normal a gente ficar perdida no meio de tanta informação nova. Aqui no Mana, a gente já fez um post sobre como aprender a surfar. Além disso, lá no Instagram tem uma sequência de posts sobre tipos de prancha e as partes da prancha.


Agora, temos uma questão: como escolher sua primeira prancha? Não é uma decisão fácil, envolve investimento, confiança e é um passo a ser dado quando a surfista já está em busca de independência no mar. Por isso, o WikiMana de hoje é pra ajudar nesse processo.





1. Entenda se esse é mesmo o momento certo para comprar uma prancha

Começar a surfar e comprar uma prancha não necessariamente são passos que devem ser dados ao mesmo tempo. Na verdade, comprar uma prancha é algo a ser feito quando o seu surf já estiver evoluindo, e os primeiros aprendizados no esporte podem ser com pranchas alugadas, ou da escolinha ou professor que você escolheu para aprender. Até porque, pranchas são caras e duradouras.


Por isso, a sua primeira prancha, idealmente, vai ser a que vai te acompanhar por um bom tempo. É um investimento e deve ser feito no momento certo, quando o próximo passo no seu surf for a independência no mar, sem depender de professores ou escolinhas de surf.


Então, entender a hora certa tem relação com a sua evolução no surf e onde você quer chegar, além do estilo do surf que você quer aprender e o local onde você surfa. Deixe para escolher a sua primeira prancha quando você tiver certeza que quer continuar surfando, e quando seu surf já estiver evoluído a ponto de ser uma prancha que vai funcionar para você por mais tempo.


2. Identifique o seu estilo de surf e qual prancha funciona melhor para você

A evolução do seu surf e entender o momento certo para comprar uma prancha, têm a ver com você já saber definir o seu estilo de surf.



Pranchas Museu de Cabo Frio
Pranchas do Museu de Cabo Frio

No caso do surf de performance, as pranchas duram menos tempo com seus donos, já que a tendência é sempre diminuir de prancha. Mas, é importante entender e buscar uma prancha mais versátil e que te permita usa-la por mais tempo.


Já no caso do longboard, a sua primeira prancha pode estar com você por mais tempo, já que não existe essa pressa para diminuir de prancha. No longboard, as pranchas mudam para se adaptarem ao mar ou a um estilo de surf específico, mas são mais duradouras em relação à evolução do surfista.


Cada tipo de prancha tem um propósito, e vão performar melhor em determinado tipo de onda e para cada tipo de manobra. No Instagram do Mana, temos posts explicando sobre cada tipo de prancha e como elas funcionam melhor.


3. Procure um shaper ou uma loja que venda pranchas novas e usadas

Depois de entender o seu estilo de prancha e qual prancha vai se adaptar melhor, o próximo passo é entender como você vai adquirir essa prancha. Existem algumas possibilidades:


Shaper

Vai pensar junto com você as características da sua prancha e até te ajudar a tomar decisões, para fazer uma prancha toda personalizada e pensada especificamente para você. A prancha pode acabar saindo um pouco mais cara, mas feita com um bom profissional, ela com certeza vai funcionar exatamente da maneira como você precisa. Normalmente, locais de praia, onde o surf é mais praticado, existem shapers locais que fazem a prancha da galera.


Prancha nova

É claro que toda prancha passa por um shaper, mas existe a possibilidade de comprar pranchas prontas, com medidas de fábrica, e ir atrás daquela que melhor se adapta ao que você está procurando. E ainda que não aconteça uma conversa com o shaper, os vendedores de pranchas de surf também podem ajudar na escolha da sua primeira prancha.


Prancha usada

Esse processo é um pouco mais complicado, já que envolve outras decisões em relação a sua prancha, como as condições em que a prancha está e como saber se ela ainda 'funciona' bem. Mas ainda assim, pode ser uma boa opção para gastar um pouco menos na primeira prancha, entender como ela se adapta e buscar uma 'inspiração' na hora de comprar uma prancha novinha.


4. Entenda qual material e medidas são adequadas a você

Depois de decidir como vai comprar a sua primeira prancha, a conversa com o shaper, seu professor de surf ou o vendedor da loja de pranchas também deve ajudar a tomar decisões como: o material da sua prancha e as medidas dela. Ambas características afetam a flutuação e a maneira como sua prancha vai se comportar em cada mar e como vai performar as manobras e movimentos do surf.


Existem dois materiais que normalmente são usados nos blocos da prancha - a base da sua prancha:


Poliuretano

Bloco mais comum, por isso mais barato. Mas costuma ser menos resistente e é mais pesada.


EPS

O bloco EPS é um bloco de isopor, um pouco mais caro, mas mais leve do que as pranchas de poliuretano.


Além disso, a prancha pode ter dois revestimentos mais comuns:


Resina de poliéster

Resina mais barata, mas com menos durabilidade. Com o tempo fica porosa e começa a absorver água, atrapalhando na flutuabilidade da prancha. Além disso é mais suscetível a tecos e rachaduras. Costuma ser utilizado nas pranchas de poliuretano, junto com uma camada de fibra de vidro.


Resina de epóxy

Material de maior qualidade e, por isso, mais caro. É mais resistente e flexível e não emite tantas toxinas quanto o poliéster. É usado nas pranchas de EPS, também com a camada de fibra de vidro.


Quanto às medidas das pranchas, devem ser decididas de acordo com o seu peso, altura e nível de surf. As medidas são em pés e polegadas, e o volume da prancha, em litros, é uma das características mais importantes para entender como ela vai se comportar no mar.


5. Decida as características da sua prancha

Projeto de prancha personalizada
Projeto de prancha personalizada

A sua primeira prancha, normalmente, é a que carrega maior valor emocional, e pode ficar guardada, depois que não estiver mais em uso. Por isso, é legal personalizar ela, para ter a sua cara. Existem shapers e até artistas especializados em personalizar pranchas de surf, com cores e desenhos que diferenciem a sua prancha da dos outros surfistas no mar. Se joga na criatividade, busque referências e pense no desenho e cores perfeitos para você se divertir com estilo no mar.


Escolher uma prancha não é fácil mas pode ser um processo divertido e até emocionante, já que o sonho da prancha própria significa que você quer, realmente, investir seu tempo e dinheiro no surf e transformar isso em um hobbie. Por isso, aproveite todo o caminho e busque a prancha perfeita para o seu bolso, estilo e momento, para que o surf se torne um esporte ainda mais prazeroso e presente na sua vida. Divirta-se!