• Fernanda Bahia

Stephanie Gilmore campeã da última etapa do CT 2021 no México

Stephanie Gilmore, heptacampeã mundial, foi a campeã da Corona Open Mexico presented by Quiksilver, em Barra de la Cruz, Oaxaca, no México. A australiana levou a melhor em cima de Malia Manuel.

Stephanie Gilmore, campeã da etapa em Barra de la Cruz, México
Stephanie Gilmore, campeã da etapa em Barra de la Cruz, México | Foto: © WSL / Heff

A brasileira Tati Weston-Webb chegou nas quartas de final e foi eliminada pela campeã da etapa. Silvana Lima, que foi wildcard do evento, como replacement de Lakey Peterson, parou nas oitavas, quando foi eliminada por Carissa Moore.


A etapa mexicana do CT 2021 começou sendo a penúltima do tour. E chegou ao fim sendo a última, depois do cancelamento da etapa de Teahupo'o, no Tahiti. O que significa que muita coisa acabou mudando. No meio do caminho, a etapa acabou definindo quem seriam as top5 que vão competir a final em Trestles e quem são as atletas que se qualificam direto para a temporada do ano que vem, sem precisar correr o Challenger Series.


A janela do evento abriu no dia 10 de agosto, terça-feira, e o evento já foi pra água no primeiro dia. Os dias seguintes foram todos de boas ondas e em quatro dias - hoje, sexta-feira, 13 de agosto - o campeonato já estava decidido.


Nos seeding rounds as duas representantes do Brasil, Tati Weston-Webb e Silvana Lima, se classificaram direto para as oitavas, se livrando das eliminatórias. No segundo dia de competição, Silvana enfrentou a campeã mundial Carissa Moore e, apesar de ter surfado bem e conseguido um bom somatório, foi eliminada por um 9.5 de Carissa.


Tati enfrentou Sage Erickson nas oitavas e garantiu um somatório alto, eliminando a americana com tranquilidade. Tati avançou para as quartas para surfar contra Stephanie Gilmore, e acabou perdendo a bateria. Caso tivesse ganhado, poderia ter subido para o primeiro lugar no ranking de 2021, mas avança para Trestles em segundo lugar.


Malia Manuel, Sally Fitzgibbons e Carissa Moore no México

Fotos: © WSL / Heff


As semis ficaram entre Sally Fitzgibbons e Malia Manuel, e um duelo de gigantes com Carissa Moore contra Stephanie Gilmore. Malia, que vinha surfando bem- e com uma jersey homenagenado Andy Irons que parecia estar com super poderes -, derrotou Sally e garantiu uma vaga na final. Na bateria que definiu quem iria enfrentar Malia, Stephanie relembrou ao público o por quê de ser sete vezes campeã e levou a melhor contra Carissa, evitando um confronto entre duas havaianas na final.


Deivid Silva
Deivid Silva | Foto: © WSL / Heff

Stephanie acabou campeã da etapa, levando pra casa o primeiro troféu nessa temporada. No masculino, o brasileiro Deivid Silva chegou na final contra Jack Robinson mas, pela primeira vez no ano e segunda vez na temporada, não foi um brasileiro quem levou o troféu. Jack, o rookie de 2021, foi o campeão.





A próxima etapa é a Rip Curl WSL Finals, que acontece na Califórnia, em Lower Trestles. O formato é novidade no Championship Tour e vai definir o campeão e a campeã mundiais em um único dia de competição.