• Fernanda Bahia

Surf Ranch: entenda como funciona a piscina de ondas do Kelly Slater

No próximo domingo, 9 de agosto, o Surf Ranch do Kelly Slater vai sediar a Rumble at the Ranch, primeira competição da WSL, depois de seis meses de paralisação por conta da COVID-19 e de todos os eventos do CT serem cancelados. O espaço fechado da piscina de ondas é a opção segura para botar um campeonato na água agora.

WSL Rumble at the Ranch | Divulgação

Idealizado pelo surfista Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial, e por Adam Fincham, engenheiro mecânico, especializado em mecânica de fluidos na Universidade do Sul da Califórnia, o projeto tinha um objetivo ousado: criar a onda perfeita. A ideia surgiu ainda em 2006, mas foi em 2015 que começaram a botar em prática o projeto.


Hoje o ManaSurf vai explicar um pouco mais do funcionamento da piscina. Localizada na área rural da Califórnia, em Lemoore, já sediou duas etapas do circuito mundial da WSL, assim como o Founder’s Cup e outros eventos teste, com a ajuda de grandes nomes do surf. A Liga Mundial de Surf (WSL) é, inclusive, uma das investidoras majoritárias da empresa de Kelly Slater, a Kelly Slater Wave Company, e ajudou o projeto a sair do papel.


Como funciona:


A onda artificial do Surf Ranch é projetada e calculada em cada detalhe, com uma estrutura pensada para deixá-la o mais “limpa” possível, sem turbulências e imprevisibilidades. Com a ajuda de computadores, simuladores e muitos cálculos, Kelly Slater parece ter chegado muito próximo da onda perfeita.


Dividida em quatro sessões, a onda permite longos tubos e espaço para manobras, e quebra tanto para a direita quanto para a esquerda. Além disso, ela pode ser programada para quebrar tipos diferentes de ondas, para iniciantes, intermediários e profissionais, podendo gerar ondas de até 2 metros de altura.


Em um dos eventos testes, Stephanie Gilmore chamou atenção ao surfar um tubo de 14 segundos, pouco menos de um terço do tempo total da onda da piscina: 50 segundos.

O responsável pela formação da onda é um hidrofólio, uma espécie de pá, que é puxado por algo semelhante a um trem a 30km/h, movida por uma pista de 700 metros e 150 pneus de caminhão.


O formato do hidrofólio, unido à velocidade com o qual ele movimenta a água – que inclusive é água doce - e o fundo da piscina, feito com um material similar ao de um tapete de yoga, é o que projeta a onda perfeita do Surf Ranch. Após a onda formar e quebrar, amortecedores acalmam a água novamente e em 3 minutos a água está parada e pronta para formar uma nova onda.


Preço e outras piscinas de onda:


Surfar as ondas perfeitas da piscina não é nada barato. A Revista Trip divulgou, ainda em 2019, o preço de um pacote para passar o fim de semana surfando no Surf Ranch. Segundo eles, no final de 2018, a Nivana Surf Trips, agência de viagens em São Paulo, começou a vender os pacotes, que custavam cerca de $6,5mil, na época algo próximo a R$ 23mil.


O preço inclui apenas a entrada no Rancho e alimentação, sem hospedagem e passagem de avião. A Trip calculou que cada onda surfada custava, portanto, R$1,5mil. E se você surfar com a mesma habilidade de Filipe Toledo, que acertou 13 manobras em uma onda, cada manobra custa R$120.


A piscina de ondas do Kelly, apesar de ser a mais famosa, não é a única do mundo a formar ondas surfáveis. No Texas, EUA e no País de Gales, a Wavesgarden, concorrente da empresa de Slater, tem duas piscinas. Outras já estão programadas para serem construídas. E a própria WSL, em conjunto com a Kelly Slater Wave Company, pensa em expandir o Surf Ranch localizado na Califórnia, além de construir parques em outros lugares.

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Pinterest - Círculo Branco

Contato

COPYRIGHT © 2019, PORTAL MANASURF . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.