• Fernanda Bahia

Partiu Austrália: perna australiana do tour mundial começa em Bells Beach, em 10 de abril

A janela da primeira etapa australiana do CT 2022, o Rip Curl Pro Bells Beach, começa neste domingo, 10 de abril, em Victoria, na Austrália, e vai até o dia 20. A primeira chamada será 7h do horário local, ou seja, as 18h deste sábado, no horário de brasília. Depois o tour segue para Margaret River, na Austrália Ocidental, para a última etapa da primeira metade do mundial.

Cerimônia de abertura em Bells Beach
Cerimônia de abertura em Bells Beach | Foto: WSL/Beatriz Ryder

A etapa de Bells Beach ficou sem acontecer durante os dois últimos anos, é uma das mais icônicas do tour e essa será a 59ª edição do evento. O troféu é um dos mais cobiçados do tour, e duas campeãs estarão competindo esse ano: as veteranas Carissa Moore e Stephanie Gilmore. E a surfista da Costa Rica, Brisa Hennessy chega como a primeira do ranking e buscando consolidar seu lugar entre as top5.


Brisa Hennessy na cerimônia de abertura
Brisa Hennessy na cerimônia de abertura | Foto: WSL/Beatriz Ryder

O Rip Curl Pro Bells Beach é o começo do fim, nessa primeira metade do tour. Depois do evento em Margaret River, o elenco de surfistas do CT será cortado na metade, e apenas as top surfistas continuarão competindo pelos cinco primeiros lugares do ranking, e uma vaga no Final Days em Trestles, em Setembro.


Até então, o ranking tem surpreendido, com veteranas precisando de bons resultados nessas duas etapas, para continuarem na disputa e seguirem para Portugal. Stephanie Gilmore, Courtney Conlogue e Sally Fitzgibbons são algumas que precisam correr atrás do prejuízo, além de algumas rookies.


A wildcard do evento será a estadunidense Alissa Spencer, que venceu a disputa e conseguiu a oportunidade de competir em Bells Beach. No masculino, a lenda Mick Fanning foi convidado para competir e vai atrás da sua quinta vitória em Bells.