• Fernanda Bahia

Após penúltima etapa do Challenger Series, nenhuma brasileira se classifica para o CT 2022

O ROXY Pro France chegou ao fim no último final de semana, na França, e a costa-ricense Brisa Hennessy foi a grande campeã. O Brasil chegou com Tati Weston-Webb, Silvana Lima e Summer Macedo, eliminadas no primeiro e segundo rounds da competição.

Brisa Hennessy campeã do ROXY Pro France
Brisa Hennessy campeã do ROXY Pro France | Foto: WSL / Masurel

Com os resultados das brasileiras que competiram, apenas Tati Weston-Webb vai representar o país na temporada do mundial de 2022. Silvana e Summer eram as mais bem posicionadas no ranking do CT, mas não tem mais chances de se classificarem, mesmo vencendo a última etapa do Challenger, no Hawaii.

Silvana Lima no ROXY Pro France
Silvana Lima no ROXY Pro France | Foto: WSL/Masurel

O final da penúltima etapa, que rolou em Hossegor, na França, tirou três atletas do top6 que se classificam para o CT do ano que vem, e três novas atletas chegaram no topo do ranking. A campeã da etapa, Brisa Hennessy, que disputou o mundial em 2021 mas não garantiu o top9 para se classificar direto, chegou a liderança do Challenger Series. Com isso, já está de volta para o tour do ano que vem.


Gabriela Bryan, que até então estava no primeiro lugar, ficou em segundo e também já garantiu sua estreia no ano que vem. Junto com ela, a estadunidense Caitlin Simmers subiu de quinto para terceiro e também será rookie no CT 2022.

India Robinson no ROXY Pro France
India Robinson no ROXY Pro France | Foto: WSL/Masurel

A australiana India Robinson, que foi vice da etapa francesa, subiu de 24º para 4º no ranking e pode competir o tour pela primeira vez no próximo ano. Além delas, a francesa Vahine Fierro e a estadunidense Sawyer Lindblad subiram para o top6, e tiraram Pauline Ado e Ariane Ochoa da lista de classificadas.



A última etapa, que vai definir os nomes de quem se classifica para o CT 2022 acontece em Haleiwa, no Hawaii. A janela abre no final de novembro, no dia 26, e vai até o dia 7 de dezembro. A etapa será transmitida ao vivo pela WSL em seu site e aplicativo.


Confira o ranking do Challenger Series 2021 até então:

G-6 DO WSL CHALLENGER SERIES – 3 etapas de 2021 + 1 do QS 2020:

1.a: Brisa Hennessy (CRI) – 21.500 pontos

2.a: Gabriela Bryan (HAV) – 21.000

3.a: Caitlin Simmers (EUA) – 17.200

4.a: India Robinson (AUS) – 13.300

5.a: Vahine Fierro (FRA) – 12.500

5.a: Sawyer Lindblad (EUA) – 12.500

--------brasileiras até 100:

33: Silvana Lima (BRA) – 6.350 pontos

35: Summer Macedo (BRA) – 6.050

94: Tatiana Weston-Webb (BRA) – 700

94: Sophia Medina (BRA) – 700