• Fernanda Bahia

MEO Portugal Cup of Surfing chega ao fim com vitória de Johanne Defay e Frederico Morais

Após três dias de evento na praia de Ericeira, em Ribeira d'Ilha, Portugal, o MEO Portugal Cup of Surfing chegou ao fim nesta quinta-feira, 1o de outubro. Na categoria feminina, Johanne Defay levou a melhor, contra Nadia Erostarbe na sua bateria. No masculino, Frederico Morais foi o vencedor contra Ítalo Ferreira.

Johanne Defay campeã do Euro Cup of Surfing
Johanne Defay campeã do Euro Cup of Surfing | Foto: WSL/Damien Poullenot

Johanne, a francesa que levou o troféu do French Rendez-Vous of Surfing, era a favorita para a competição em Portugal também. A surpresa do evento foi Nadia, que foi eliminada no primeiro round, mas reconquistou uma vaga nas eliminatórias, e surfou bem até chegar na final. Johanne avançou direto para as quartas de final, no Round 1 da competição, contra as portuguesas Carolina Mendes e Camila Cardoso. O round eliminatório teve Carolina como destaque.


A surfista chamou atenção no round eliminatório ao surfar uma direita em Ericeira até chegar nas pedras, demonstrando foco para voltar para a competição. E compensou, Carol enfrentou Defay, novamente, nas quartas de final. O que nós não sabíamos era que Carolina Mendes é luso-portuguesa e surfou por bastante tempo a categoria de base no Brasil, como Carolina Henrique, até se mudar para Portugal e, com a dupla cidadania, começar a defender o país no circuito mundial. A torcida por Carol foi maior ainda quando o Mana descobriu isso, graças a surfista Brigitte Mayer.

Nadia Erostarbe vice do MEO Portugal Cup of Surfing
Nadia Erostarbe vice do MEO Portugal Cup of Surfing | Foto: WSL/Damien Poullenot

Na bateria da francesa contra a luso-brasileira, foi Johanne quem levou a melhor e avançou para as semis. Ainda nas quartas, a israelense Anat Lelior enfrentou a portuguesa Camila Mendes, e com um somatório de 11.07, avançou para as semis contra Johanne. Em outra bateria de França contra Portugal, Pauline Ado surfou contra a portuguesa Yolanda Hopkins e, dessa vez, foi a portuguesa quem venceu. Com uma surfista portuguesa em cada bateria das quartas, Teresa Bonvalot competiu contra Nadia Erostarbe, do País Basco, e foi eliminada.


Na semi-final, Anat Lelior perdeu para a favorita, Johanne Defay. Nadia Erostarbe acabou com as chances de uma surfista portuguesa vencer em casa, e enfrentou a francesa na final. Mas não teve jeito, Defay, que durante uma entrevista após vencer o French Rendez-Vous afirmou que não estava pronta para competições, demonstrou que estava sim, e saiu campeã do Euro Cup of Surfing, evento da WSL Countdown que engloba as duas etapas europeias.


Italo Ferreira vice do MEO Portugal Cup of Surfing
Italo Ferreira vice do MEO Portugal Cup of Surfing | Foto: WSL/Damien Poullenot

No masculino, Italo Ferreira, também favorito da competição, com somatórios sempre maiores do que 14 pontos, conquistou com facilidade sua vaga na final, contra o português Frederico Morais. Mas Frederico, que perdeu para Italo nas eliminatórias no evento da França, foi o responsável por tirar o brasileiro de uma sequência de vitórias nos eventos em que competiu. Ítalo venceu todas as competições da WSL em que surfou, desde a penúltima etapa do CT 2019, menos essa. Com apenas três ondas, o somatório do português conseguiu ser melhor e Morais levou o prêmio do MEO Portugal Cup of Surfing para casa.


Johanne Defay termina o Euro Cup com dois títulos, e o brasileiro Ítalo Ferreira com um título e um vice. Com o fim da Euro Cup of Surfing, a WSL Countdown volta para a Austrália para os dois últimos eventos do Australian Grand Slam. Depois, o aguardo é pelo retorno do CT, que começa em dezembro no Hawaii, com uma mudança no calendário das competições. E a gente está aqui ansiosas para rever todas as surfistas do CT na água juntas.