• Raiane Cardoso

Lakey Peterson e Caitlin Simmers ganham o Nissan Super Girl Surf Pro

Ontem chegou ao fim a 13º edição do evento Nissan Super Girl Surf Pro da Liga Mundial de Surf (WSL), competição exclusivamente de surf feminino. Oceanside, cidade costeira do sul da Califórnia, foi o palco do evento que rolou por dois dias, sábado e domingo, e contou com a presença de 16 surfistas. Caroline Marks, Caitlin Simmers, a equipe Califórnia, a dupla Lakey Peterson e Caitlin Simmers, Alana Nichols e Faith Lenoxx foram as grandes vencedoras da competição. A brasileira Tatiana Weston-Webb e sua dupla Brianna Cope terminaram como vice-campeãs do evento.


A competição é uma das mais tradicionais do surf feminino e este ano foi um evento especial devido a pandemia. As 16 surfistas participantes foram divididas em duas equipes - Califórnia e Estados Unidos - e em duplas. Além disso, o evento não contou pontos para o Qualifying Series da WSL (WQS) e não teve plateia.


No sábado, as atletas do Championship Tour se enfrentaram e a vice-campeã mundial Caroline Marks levou a melhor com um somatório de 14,17, com Tatiana Weston-Webb terminando em segundo lugar com 12,17 pontos. As duas fizeram parte da equipe dos EUA, que acabou finalizando o primeiro dia com uma vantagem de nove pontos, contra os cinco pontos da equipe Califórnia. A atual campeã mundial Carissa Moore foi derrotada logo na primeira bateria do CT pela surfista Alyssa Spencer.


Na disputa entre as atletas do WQS, Caitlin Simmers, surfista de apenas 14 anos e local de Oceanside, levou a melhor com um somatório de 14,77 pontos, contra os 7,83 da vice-campeã Zoe Benedetto. A atleta se tornou a surfista mais jovem a ganhar um Super Girl Surf Pro.


Já na competição entre duplas, Lakey Peterson e Simmers fizeram sete pontos e garantiram a liderança contra o somatório de seis pontos de Caroline Marks e Zoe Benedetto. Tati e Brianna Cope terminaram o sábado em terceiro lugar nas duplas, com um total de quatro pontos.


O evento também contou com uma competição de surf adaptado, com as surfistas Alana Nicholes e Faith Lennox sendo as grandes vencedores e conquistando a capa de Super Girl. Nichols, que já possui três medalhas de ouro paraolímpicas e o título de atleta paraolímpica do ano de 2010, agora adiciona o título de Super Girl no seu currículo. Faith Lennox conquistou a vitória na sua segunda participação no evento, depois de uma performance excelente.


No domingo, com ondas de quatro a seis pés, a competição entre duplas continou acirrada. O Time Lakey e Simmers levou a melhor com 25,30 pontos, vitória que ajudou a levar a equipe Califórnia ao pódio. Tati Weston-Webb e Brianna Cope conquistaram o segundo lugar com um somatório de 23,20 pontos. Lakey Peterson não poupou elogios para a sua dupla:


"Hoje (domingo) foi muito divertido, com as ondas subindo cada vez mais no decorrer do dia e a Caity (Simmers) foi me dizendo aonde ir com seu conhecimento local. Estou feliz pelo título e vejo um futuro muito brilhante para a Caity. Acho que ela é um novo fenômeno e todo mundo pôde ver isso hoje aqui".

A equipe Califórnia superou a dos EUA por uma diferença de três pontos - 24 x 21. A decisão foi acirrada até a última bateria, que foi entre as duplas Sage Erickson e Tia Blanco e Carissa Moore com Vahiti Inso, a surfista mais jovem do evento, com apenas 13 anos. Apesar de Carissa conquistar a maior nota da competição - um 9,63 -, Tia Blanco garantiu a vitória de sua equipe.


Assim terminou a pontuação de cada equipe:


1º- Lakey Peterson e Caitlin Simmers - 15 pontos

2º - Tatiana Weston-Webb e Brianna Cope - 10 pontos

3º - Caroline Marks e Zoe Bendetto - 9 pontos

4º - Zoe McDoougall e Gabriela Bryan - 6 pontos

5º - Sage Erickson e Tia Blanco- 6 pontos

6º - Courtney Conlogue e Meah Collins - 4 pontos

7º - Alyssa Spencer e Samantha Sibley- 3 pontos

8º - Carissa Moore e Vaihiti Inso - 1 ponto


As surfistas foram só elogios para o evento, que as fizeram retornar para a água depois de meses de paralisação devido a pandemia:


“O Super Girl é sempre um dos meus eventos favoritos, é tudo sobre o empoderamento das mulheres e é sempre um bom momento”, disse Tia Blanco. "Acho que estamos todas apenas muito gratas por ter esse evento ter acontecido e foi incrível nos prepararmos para algo".

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Pinterest - Círculo Branco

Contato

COPYRIGHT © 2019, PORTAL MANASURF . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.