• Fernanda Bahia

Postagem de marca de roupas de borracha causa revolta entre surfistas mulheres


Reprodução/Instagram

Na noite desse domingo, 12 de abril, a Janga, marca portuguesa de roupas de borracha, postou no Instagram uma foto que foi considerada por muitas surfistas como sexista. Na imagem, uma bunda de mulher aparecia no foco e, no canto, a logo da marca desfocada. Nos stories e comentários, o posicionamento de muitas surfistas, inclusive brasileiras, foi contra a marca.


Algumas discussões foram levantadas nos comentários da postagem. A principal e mais óbvia: o uso do corpo feminino como objeto, para vender um produto. Além disso, para essas surfistas, a imagem não tinha justificativa alguma, já que a marca não vende biquínis, vende roupas de borracha.




Já o posicionamento de muitos homens surfistas nos comentários foi de ironizar as denúncias das mulheres. Um deles, inclusive, chegou a afirmar: "(...) Se não fosse os homens apoiarem o surf feminino, ele sequer existiria. Se não fosse as organizações criarem a categoria feminina, o surf feminino não existiria. (...) O que mais homens fizeram foi fazer o surf feminino existir. Então, não seja ingrata e não cuspa no prato que come". O mesmo seguidor ainda continuou, em outro comentário, dizendo que "no mais, muitas surfistas aprenderam a surfar com seus pais, irmãos, tios. Homens que apoiaram o surf feminino".


Em resposta, também nos comentários, a marca se posicionou sempre em negação às acusações de machismo. Inclusive apoiando e reforçando outros comentários machistas feitos por homens. O argumento da Janga foi de serem verdadeiros e autênticos. Prints mostram comentários afirmando que existem “questões mais sérias do que essa foto” para serem discutidas.


Além disso, em um dos comentários eles levantam a questão de “e se fosse o contrário, e fossem homens nus?”. Para descobrirem a resposta para essa suposição, eles resolveram postar uma nova foto: dois homens nus, com a imagem borrada e um texto de duplo sentido. A imagem teve a mesma resposta que a anterior: foi denunciada e retirada do Instagram da marca.


Apesar de muita discussão e o posicionamento de surfistas profissionais, a marca não pediu desculpas. Os dois posts que causaram a controvérsia foram retirados do ar. Mais duas postagens foram feitas, na mesma noite, na última, uma mulher surfando uma onda grande com a roupa de borracha da marca.

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Pinterest - Círculo Branco

Contato

COPYRIGHT © 2019, PORTAL MANASURF . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.