• Fernanda Bahia

Chloe Calmon fica em terceiro no mundial de longboard e Honolua Blomfield garante seu tricampeonato

A brasileira Chloe Calmon ficou em terceiro lugar no ranking mundial de longboard, após perder nas semifinais para a francesa Alice Lamoigne em Malibu, na Califórnia. A surfista não avançou para as finais por apenas 0.07 pontos, e Alice acabou vice-campeã e venceu a etapa. A havaiana Honolua Blomfield garantiu o título mundial e foi vice-campeã da etapa.

Alice, Chloe e Honolua no Jeep Malibu Classic | Foto: WSL/Thomas Lodin


Chloe avançou bem durante a etapa, e na segunda-feira, 11 de outubro, comemorou o seu aniversário de 27 anos, competindo os rounds iniciais do evento. A surfista fechou o seu ciclo garantindo a vaga nas quartas de final, e ainda tinha chances de conquistar o título mundial, mas Honolua avançou de fase.


Assim, nas semis, Chloe e Alice competiram pelo vice-campeonato. Por muito pouco, Chloe não chegou na semifinal contra Honolua, mas a derrota a deixou em terceiro no ranking. Chloe já foi vice-campeã três vezes e, nesse ano, ficou em terceiro pela terceira vez na carreira.

Honolua e Joel tricampeões mundiais e Alice campeã da etapa | Fotos: WSL/Thomas Lodin


Nas quartas de final, a havaiana Honolua Blomfield derrotou a estadunidense Lindsay Steinriede e garantiu o tricampeonato mundial, a primeira mulher a conquistar o feito no tour do longboard. No masculino, Joel Tudor também levou o tricampeonato mundial para casa, aos 45 anos, título decidido nas semifinais masculinas contra Tony Silvagni.