• Fernanda Bahia

Campeonato mundial online chega ao Brasil... sem categoria feminina

No final de Outubro começa, no Brasil, o E-Pro Brasil, etapa do campeonato mundial Surf Web Series. Sem etapa feminina. A competição online já passou pelo México, África do Sul, Chile e Japão, passa pela Austrália no começo de Outubro e chega ao Brasil. A Surf Open League está organizado o SWS desde maio deste ano, com a intenção de dar espaço e visibilidade para os surfistas de cada país em meio à pandemia da COVID.

Poster do evento no Brasil | Divulgação/Instagram

Das três etapas que já rolaram, apenas a da África do Sul premiou homens e mulheres. No Chile, a etapa chegou a ter apoio da Vans e da Red Bull, com prêmios especiais, em dinheiro, para a melhor manobra e o melhor tubo do evento. Mas as mulheres ficaram de fora da competição por lá. A etapa australiana anunciou que além de categorias feminina e masculina, também terá uma categoria Junior para as promessas do surf local.


No Brasil, o evento começa no dia 23 de Outubro e a votação online termina no dia 8 de Novembro. O evento conta com uma premiação de R$20mil dividida entre os 16 primeiros colocados masculinos, apoio de grandes empresas no Brasil, e divulgação sendo feita pela ABRASP, a Associação Brasileira de Surf Profissional. Ainda assim as surfistas brasileiras não terão a oportunidade de mostrar seu surf no único circuito mundial rolando em meio à crise de saúde que estamos passando.


No site oficial da Surf Web Series, os organizadores prometem um circuito somente para as mulheres, além de competições virtuais de longboard, big wave e bodyboard. Segundo a SWS, a intenção do campeonato é apoiar e conectar surfistas de todo o mundo, mas pelo visto a prioridade é dos homens.

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Pinterest - Círculo Branco

Contato

COPYRIGHT © 2019, PORTAL MANASURF . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.