• Fernanda Bahia

Isabella Nichols, Mikey Wright e Ethan Ewing declarados campeões do Australian Grand Slam of Surfing

A terceira, e última, etapa do Australian Grand Slam, que aconteceria em Margareth River, não aconteceu dentro da janela definida para a competição, que acabou no dia 31 de outubro. Assim, a WSL declarou Isabella Nichols campeã da categoria feminina do Australian Grand Slam, depois da sua vitória no Boost Mobile Pro Gold Coast. No masculino, Ethan e Mikey estavam empatados e por isso ganharam juntos o evento.

Isabella Nichols campeã do Australian Grand Slam | Foto: WSL/Dunbar

Isabela começou o Australian Grand Slam perdendo logo no começo, no Tweed Coast Pro, etapa que viu Tyler Wright campeã e seu movimento em prol do Black Lives Matter durante o evento. Mas na Gold Coast, a grom mostrou que está pronta para a temporada de 2021 e conseguiu ganhar e ficar em primeiro na competição.


Isabella Nichols | Foto: WSL/Miers

Os campeões do evento beneficente teriam a oportunidade de doar o dinheiro do prêmio para uma instituição da sua preferência, e Isabela escolheu o Canteen Australia para receber os $20.000. A instituição trabalha com crianças vítimas do câncer, e o dinheiro doado por Isabella e pela WSL será usado para investir na plataforma online do Canteen, que passou a ter mais demanda por conta do covid-19.


A categoria masculina acabou com um empate entre os dois atletas, já que não teve a oportunidade de terminar a competição na terceira etapa. Ethan terminou o Tweed Coast Pro em primeiro, e Mikey em terceiro lugar. Na Gold Coast, foi o contrário, com Mikey levando o prêmio e Ewing em terceiro. Por isso, o empate.


Mikey Wright | Foto: WSL/Cestari

Os dois dividiram o prêmio de $20.000 entre as instituições escolhidas. Mikey doou a sua parte para o Kulai Preschool Aboriginal Coorporation, uma organização sem fins lucrativos que oferece educação infantil para crianças aborígenes de 3 e 5 anos de idade. Ethan resolveu ajudar o meio ambiente e doou a sua parte para o Take 3 for the Sea, organização que conscientiza e faz campanhas por praias e oceanos mais limpos.


O fim do Australian Grand Slam marcou, também, o fim do WSL Countdown Series, uma série de eventos inéditos que mantiveram o público ansioso pelo retorno do CT em 2021. A primeira etapa do feminino, segundo o calendário da WSL, deve acontecer já em Novembro, no Hawaii. O masculino começa em dezembro, também no Hawaii. O novo formato do tour mundial é parte de uma série de novidades da WSL, que começam nessa próxima temporada, e afetam não só o CT, como o QS.


Por aqui estamos ansiosos para ver os atletas do CT, do QS, do Longboard e de todas as outras modalidades voltarem para água para competir pelo mundial. E vocês, qual etapa estão mais ansiosos? Que atletas querem ver de volta nas competições?

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Pinterest - Círculo Branco

Contato

COPYRIGHT © 2019, PORTAL MANASURF . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.