• Fernanda Bahia

Brisa Hennessy vence a primeira etapa da sua carreira em Sunset Beach

A surfista da Costa Rica, Brisa Hennessy foi a grande campeã da segunda etapa do Championship Tour de 2022, em Sunset Beach, no Hawaii. A final foi contra a havaiana, e também veterana do CT, Malia Manuel.


Brisa Hennessy e Malia Manuel em Sunset | Foto: WSL/Heff e Bielmann


Essa vitória foi a primeira em uma etapa do CT, para a costa-riquenha, que está no tour mundial desde 2019. E com a conquista, Brisa assumiu o topo do ranking, com a vice-campeã da etapa, Malia, em segundo lugar. Moana Jones está em terceiro, e outras duas veteranas do CT ocupam as duas últimas colocações: Johanne Defay em quarto, e Carissa Moore, em quinto.


Bettylou em Sunset
Bettylou em Sunset | Foto: WSL/Heff

A etapa de Sunset foi cheia de surpresas, e até as semifinais, as surfistas estreantes do tour desse ano chamaram a atenção dos fãs. Com 100% de aproveitamento, as cinco rookies de 2022 se classificaram para as quartas de final. E duas avançaram para as semis: Gabriela Bryan e Bettylou Sakura Johnson foram eliminadas pelas duas finalistas da etapa.



Já a brasileira Tati Weston-Webb parou nas oitavas de final, mesmo round em que foi eliminada na etapa de Pipeline. Além dela, e ao contrário das novatas, as três surfistas com título mundial, que já venceram etapas em Sunset, também ficaram nas oitavas.


Carissa Moore perdeu para Molly Picklum, de 17 anos. Stephanie Gilmore foi barrada pela havaiana Gabriela Bryan. E Tyler Wright perdeu para Malia Manuel, em uma revanche pós Pipe, em que Tyler eliminou a havaiana, nas quartas de final.


O evento foi, no primeiro dia, um baile das rookies e só isso já o fez épico. Mas também foi a primeira vez em anos que as mulheres e os homens surfam uma etapa do CT em Sunset juntos. E no masculino, a história foi feita por Baron Mamiya, que repetiu o feito de Moana Jones em Pipeline, e venceu como convidado da etapa.

Caio Ibelli em Sunset
Caio Ibelli em Sunset | Foto: WSL/Heff

E foi Caio Ibelli o brasileiro que chegou mais longe na etapa: ele chegou até as semifinais, assim como em Pipeline. Caio participou em Pipe como substituto do Gabriel Medina, que resolveu não surfar o braço havaiano do CT, e com as duas colocações, pode permanecer no tour, mesmo com o retorno de Gabriel.


Com o fim das etapas no Hawaii, o CT segue para a Europa, com uma etapa em Peniche, Portugal. A janela do evento abre no dia 3 de março, e vai até o dia 13.