/DICIONÁRIO DO SURF/

(DI.CI.O.NÁ.RIO DO SURF)

1 significado das gírias e termos do universo do surf. 2 página para você consultar as palavras que você não conhece e poder conversar com a sua amiga surfista. 3 atualizado sempre com novas palavras.

 

|A|

 (A.LO.HA)

1 expressão havaiana, normalmente usada como saudação ou despedida, um "olá" ou "tchau". 2 para os havaianos, tem um significado mais profundo: tem a ver com o estilo de vida e hospitalidade. 3 tem relação com compaixão, afeto e paz.

 (AL.TAS)

1 quando o mar está muito bom e você pega várias ondas boas. 2 em dia de mar clássico, você diz: "hoje peguei altas", ou "hoje tinha altas". 

 (A.MA.DO.RA)

1 surfista que está começando a praticar o esporte. 2 quem está iniciando a carreira de atleta, rumo ao surf profissional.

 

|B|

1 quando o surfista desce a onda de costas para ela. 2 o backside de um surfista regular é o oposto de um goofy.

 (BACK.SIDE)

 (BA.TE.RI.A)

1 é como a partida do futebol. 2 uma bateria é um período em que os surfistas estão no mar competindo para pegar as melhores ondas. 3 o formato de bateria varia de acordo com o campeonato. 4 também conhecida como "heat".

BEACH

BREAK

1 picos de surf com fundo de areia. 2 picos mais instáveis, já que o fundo muda com mais constância. 3 mais seguros em relação aos caldos.

(BEACH BREAK)

BIG

RIDER

1 surfista que gosta de ondas grandes ou gigantes.

(BIG RID.ER)

BIG WAVE

SURFING

(BIG WAVE  SURF.ING)

1 surf de ondas gigantes. 2 pranchas maiores, mas sem a borda arredonda do longboard, chamadas de "gun". 3 pode ser na remada ou de "tow in".

 (BIG WAVE TOUR)

1 Campeonato Mundial de Ondas Gigantes, em inglês. 2 não tem um calendário oficial todos os anos. 3 a categoria feminina é o Women's Big Wave Tour, e a masculina é o Men's Big Wave Tour

BODY

BOARD

1 nesta modalidade, a surfista dropa a onda deitada, ou de joelhos, com pranchas de 36" a 45", mais leves e mais largas. 2 conhecido como "Paipo Board" no Hawaii. 3 é recomendado usar nadadeiras para pegar mais velocidade e ter mais força nas pernas.

(BOD.Y.BOARD)

BODY

SURF

1 a surfista usa o próprio corpo para surfar, normalmente contando apenas com nadadeiras como equipamentos.

(BOD.Y.SURF)

 

|C|

(CHAL.LENG.ER SE.RIES)

1 etapas das qualificatórias que valem mais pontos. 2 é o QS10.000. 3 dividido nas categorias feminina e masculina: Women's Challenger Series e Men's Challenger Series.

 (CLÁS.SI.CO)

1 mar com ondas perfeitas. 2 as melhores condições para o surf naquela praia.

 (C.T)

1 Tour Mundial em inglês (Championship Tour). 2 elege o melhor do mundo todos os anos. 3 a categoria feminina é conhecida como Women's Championship Tour (WCT) e a masculina Men's Championship Tour (MCT).

 

|D|

 (DECK)

1 pedaço de borracha que ajuda na aderência da prancha. 2 pode ser usado ou não na prancha. 3 comumente usado para o pé de trás. 4 serve como ponto de referência para o posicionamento do pé. 5 ajuda na hora de realizar manobras.

1 onda que quebra pra direita. 2 para o surfista aproveitar melhor essa onda, deve direcionar a prancha para a direita depois do drop.

 (DRO.PAR)

1 do inglês, "drop" significa "descer" no surf. 2 movimento em que o surfista se ergue na prancha, após a remada, e fica em pé para descer a parede da onda.

 (DI.REI.TA)

 

|E|

 (ES.QUER.DA)

1 onda que quebra pra esquerda. 2 o surfista deve direcionar a prancha para a esquerda depois do drop para aproveitar melhor essa onda.

 (ES.TRE.PE)

1 é o que mantém a prancha presa à surfista. 2 na surfista de quilha ou SUP, a prancha fica presa ao tornoselo ou na batata da perna. 3 a bodyboarder prende o estrepe no braço. 5 o comprimento do estrepe depende do tamanho da prancha. 4 os pés de pato usados pelas bodyboarders e bodysurfers também têm estrepe. 5 também conhecido como "leash" (em inglês). 

 

|F|

 (FE.CHA.DEI.RA)

1 é o tipo de onda que quebra rapidamente, de uma vez só, e torna o surf mais difícil. 2 também conhecida como "closeout" ou "quebra-coco". 

 (FLAT)

1 do inglês, "flat" significa liso, ou plano. 2 quando se diz que o mar está flat, significa que ele está sem ondas.

FOIL SURFING

(FOIL SURF.ING)

1 no lugar das quilhas, as pranchas possuem lâminas que lembram asas, e ficam presas a uma haste. 2 quando a prancha se move na onda, as lâminas a levantam para fora da água. 3 permite que a surfista faça manobras e curvas mais fechadas devido ao menor contato com a água.

 FREE

 SURFER

1 surfista que pratica o esporte por diversão, lazer, como um hobby. 2 pode ter sido um surfista profissional antes, ou não.

(FREE SURF.ER)

FRONT

SIDE

1 quando o surfista desce a onda de frente para ela. 2 o frontside do surfista regular é o oposto do goofy.

(FRONT.SIDE)

 (FUN.BOARD)

1 variando entre os 7 e 9 pés de comprimento, são pranchas versáteis e indicadas para surfistas de qualquer nível. 2 a funboard facilita manobras porque seu tamanho ajuda a dropar e correr na onda, mantendo a estabilidade.

 

|G|

 (GOOF.Y)

1 é a base do surf em que o surfista coloca o pé esquerdo atrás e o pé direito na frente.

 (GROM.MET)

1 é um surfista jovem. 2 originalmente, o termo se refere a surfistas com até 16 anos.

 

|H|

HANG

LOOSE

1 "shaka sign" (gesto de shaka em português. 2 aceno de origem havaiana que pode significar boas vibrações ou aloha. 3 gesto para afirmar que está tudo bem no mar.

 (HANG LOOSE)

 (HAO.LE)

1 forasteiros ou estrangeiros em havaiano. 2 tem relação com aqueles que não respeitavam as tradições religiosas do Hawaii, originalmente. 3 passou a ser usada para falar de surfistas que não são nativos da praia onde estão surfando. 4 pode remeter a surfistas iniciantes, que ainda estão aprendendo.

 

|I|

 (IN.SIDE)

1 é a area mais próxima da areia da praia. 2 "o lado de dentro", em português. 3. é no inside que a onda acaba e vira espuma.

 (IN.TER.FE.RÊN.CI.A)

1 acontece quando um surfista atrapalha o atleta que tem a prioridade na bateria.

 

|J|

 (JA.NE.LA)

1 é o período de tempo em que um campeonato pode acontecer. 2 a janela permite que o campeonato ocorra nas melhores condições de mar do lugar.

JUNIOR

TOUR

1 circuito mundial para surfistas de até 18 anos de idade. 2 dividido em Women's Junior Tour e Men's Junior Tour.

(JUN.IOR TOUR)

 

|K|

 (KI.TE.SURF)

1 a prancha tem uma espécie de pipa, o "kite", nessa modalidade. 2 pode ser praticada em lagos ou em um mar flat, já que a modalidade aceita vários tamanhos de onda. 3 a força do vento é essencial para a prática. 4 a surfista segura o kite com as mãos e fica presa a ela por um trapézio. 5 a prancha possui uma alça para prender os pés.

KNEE BOARDING

(KNEE.BOARD.ING)

1 a surfista desce a onda ajoelhada na prancha. 2 pode ser ou não puxada por uma lancha ou jet ski. 3 a prancha tem um acolchoamento especial para a surfista colocar os joelhos, é mais larga e menos cumprida nessa modalidade.

 

|L|

 (LAY DAY)

1 dia da janela em que não há competições, normalmente por causa das condições do mar. 2 em um lay day, os surfistas não vão pra água. 3 também se fala que "o campeonato está off".

 (LINE UP)

1 área do outside onde os surfistas ficam, para pegar uma onda. 2 onde a onda começa a quebrar e, portanto, onde o surfista deve se posicionar para dropar a onda.

 (LIP)

1 crista da onda. 2 é a parte mais alta de uma onda, antes dela quebrar.

 (LI.TRA.GEM)

1 é o volume total de uma prancha. 2 a medida utilizada é o litro. 3 a litragem da prancha influencia sua capacidade de flutuação. 4 o volume ideal depende de fatores como seu peso, altura, nível de surf e o uso (ou não) de roupas de borracha.

 (LO.CAL)

1 é aquele surfista natural de um lugar ou pico de surf.

 (LO.CA.LIS.MO)

1 nome dado à discriminação de um surfista de fora por aqueles naturais ou frequentes de um determinado pico ou lugar. 2 tentativa de dominar a prática do esporte em um local.

 (LONG.BOARD)

1 estilo mais antigo do surf. 2 surf em pranchas maiores, mais arredondas e com cerca de 9' pés. 3 estilo de surf considerado clássico, com manobras como o hang five ou o hang ten.

LONGBOARD (PRANCHA)

 (LONG.BOARD)

1 ou "pranchão". 2 é o primeiro tipo de prancha de surf que surgiu e tem, no mínimo, 9 pés de comprimento. 3 pode ser usada por surfistas de qualquer nível. 4 dá mais flutuação por ser maior, facilita na remada e, além disso, permite um estilo de surf mais clássico, "old school".

 (LONG.BOARD TOUR)

1 tour mundial de Longboard. 2 competição que coroa os melhores surfistas da modalidade do mundo. 3 dividido em Women's Longboard Tour (categoria feminina) e Men's Longboard Tour (categoria masculina).

 

|M|

 (MA.HA.LO)

1 pode ser traduzida ao pé da letra como "obrigada". 2 na cultura havaiana, tem um significado mais profundo, de gratidão.

 (MA.NA)

1 energia em havaiano. 2 irmandade entre as mulheres - dentro ou fora d'água. 3 termo que deu origem ao nome do site "ManaSurf".

 (MA.RO.LA)

1 onda ou mar pequeno.

 (MA.RO.LEI.RA)

1 surfista que gosta de ondas pequenas, as "marolas".

 (ME.XI.DO)

1 quando o mar não está definido e as ondas quebram desordenadamente

 

|O|

 (O.HA.NA)

1 "Ohana quer dizer família. Família quer dizer nunca abandonar ou esquecer" - Lilo e Stitch.

 (OUT.SIDE)

1 "o lado de fora" em português. 2 área que fica atrás da arrebentação da onda, onde ela ainda está se formando.

 

|P|

 (PA.RA.FI.NA)

1 "wax" em inglês. 2 é usada para dar aderência na prancha e a surfista não escorregar. 3 aplica-se nas partes da prancha onde a surfista apoia as mãos na hora de levantar, e os pés durante o drop. 4 existe parafina para cada temperatura do mar e versões ecológicas, feitas de cera vegetal.

 (PA.RE,DE)

1 é a parede que forma quando a está quebrando, literalmente.

 (PI.CO DE SURF)

1 um "pico" é aquele lugar privilegiado com as melhores ondas para o surf.

 (PIS.CI.NA DE ON.DAS)

1 pico de surf artificial. 2 onda mais constante e regular de todas. 3 a mais conhecida é o Surf Ranch, do Kelly Slater. pode ser programada para quebrar com diferentes dificuldades.

POINT

BREAK

1 picos de surf com fundo de pedra. 2 as ondas quebram de forma mais regular, já que o fundo não altera como o de areia. 3 ondas mais tubulares e longas.

(POINT BREAK)

 (PO.LE.GA.DA) 

1 "inch" no inglês. 2 unidade de medida. 3 na conversão para centímetros, 1 polegada equivale a 2,54cm. 4 por exemplo: uma prancha de 5'10" tem 5 pés e 10 polegadas.

 (PRI.O.RI.DA.DE)

1 quando o surfista tem a prioridade em uma bateria, ele pode escolher qual onda vai surfar enquanto os adversários esperam.

 (PRO)

1 surfista profissional, que participa de competições.

 (PÉ)

1 "foot" no inglês. 2 é uma unidade de medida. 3 equivale a 30,48cm, a 0,30m ou ainda a 12 polegadas.

 (PÉ DE PA.TO)

1 nadadeiras com um formato de "pé de pato". 2 ajudam a surfista de bodyboard ou bodysurf a entrarem no mar e na onda.

 

|Q|

 (QS)

1 tour responsável por qualificar os surfistas para o CT. 2 do inglês "Qualifying Series". 3 acontece durante todo o ano, dividido em etapas e separado por pontuações. 4 Women's Qualifying Series (WQS) para as mulheres; para os homens, Men's Qualifying Series (MQS).

 (QUI.LHA)

1 acessório em formato de barbatana, que fica na parte de baixo da prancha, na traseira. 2 ajuda a direcionar a prancha na hora do surf. 3 é possível encontrar pranchas com uma quilha só (old school e longboards), duas, e até quatro ou cinco quilhas, mas as mais comuns são as triquilhas.

 

|R|

 (RA.BE.AR)

1 ato de "roubar" a onda de outro surfista. 2 quando um surfista dropa a onda e outro, posicionado mais a frente, pega a mesma onda. 3 toda mina surfista já sofreu. 4 também conhecido como "rabeirar".

REEF

BREAK

1 picos de surf com fundo de coral. 2 ondas quase perfeitas, tubulares e mais rápidas. 3 no caso de uma vaca, o fundo pode cortar e machucar por ser raso e pontiagudo.

(REEF BREAK)

 (RE.GU.LAR)

1 picos de surf com fundo de coral. 2 ondas quase perfeitas, tubulares e mais rápidas. 3 no caso de uma vaca, o fundo pode cortar e machucar por ser raso e pontiagudo.

 

|S|

 (SHAP.ER)

1 é a profissional que faz as pranchas de surf. 2 o termo vem do inglês "to shape", que significa "moldar" ou "dar forma".

 (SHORT.BOARD)

1 ou "pranchinha". 2 é o tipo de prancha mais conhecido e mais utilizado. 3 versátil, é adequado para mais variadas condições de onda e indicadas com nível intermediário e acima no surf. 4 tem, normalmente, entre 5 e 6 pés.

SKIM

BOARD

 (SKIM.BOARD)

1 é uma mistura de manobras do skate, snowboard e surf. 2 modalidade nascida a partir do da evolução das pranchas "Sonrisal", que eram mais redondas. 3 a surfista corre, joga a prancha ainda na beira do mar e sobe em cima dela para ir deslizando até a arrebentação da onda.

STAND UP

PADDLE

  (STAND UP PAD.DLE) 

1 surf praticado nas pranchas de Stand Up, com o remo. 2 pode ser praticado em ondas menores ou até ondas gigantes.

  (STAND UP RACE) 

1 a praticante percorre distâncias maiores, remando de um ponto a outro, ao invés de surfar com a prancha. 2 as competições têm formato de corridas. 3 as pranchas de SUP race são mais finas e longas que as pranchas para o surf.

 (STEP OFF)

1 modalidade do surf onde o surfista também é puxado pelo jet ski, mas pode ser praticado em mares com ondas menores.

 (SURF DE PER.FOR.MAN.CE)

1 também conhecido como "surf" (sim, isso mesmo) ou "shortboarding" em inglês. 2 surf em pranchas menores e de vários formatos. 3 estilo de surf mais agressivo, com manobras como a batida, o cutback e o aéreo.

1 sequência de ondas maiores em determinado intervalo. 2 normalmente, as melhores ondas.

 (SÉ.RI.E)

 (SWELL)

1 do inglês "crescer". 2 a entrada de um swell significa a chegada de uma ondulação na praia, que vai se transformar em ondas boas para a prática do surf.

 

|T|

1 acontece quando um surfista fica preso em uma série de ondas, não consegue remar a tempo de sair da parte de arrebentação e as ondas acabam quebrando "em cima dele".

 (TO.MAR NA  CA.BE.ÇA)

 (TOW IN)

1 é um surf de ondas maiores, onde o surfista é puxado pelo jet ski, para entrar na onda com mais velocidade.

 

|V|

 (VA.CA)

1 quando o surfista toma uma vaca, ele cai da prancha em uma onda, fazendo uma manobra ou por falta de equilíbrio. 2 também é conhecido como "caldo" ou "wipe out". 

 (VANS TRI.PLE CROWN)

1 Tríplice Coroa Havaiana, em inglês. 2 conjunto de três etapas que acontecem no Hawaii, no final do CT: Haleiwa, Sunset Beach e Pipeline. 3 o melhor nas três etapas ganha a Coroa. 4 não existe categoria feminina, já que as mulheres não participam da etapa de Pipeline do CT.

 

|W|

WAKE

BOARD

 (WAKE.BOARD)

1 a surfista é necessariamente puxada por uma lancha ou jet ski, nessa modalidade. 2 a prancha de wakeboard é bem similar a do snowboard, com uma espécie de bota para prender os pés. 3 pode ser praticado em lagos ou similares.

 (WILD.CARD)

1 convite de última hora para participar do campeonato. 2 geralmente atribuido a atletas que não conseguiram se qualificar por alguma razão específica.

 (WIND.SURF)

1 nessa modalidade, a prancha tem uma vela fixada, com altura mínima de dois metros. 2 a surfista usa a retranca para direcionar a prancha e manter o equilíbrio. 3 alça, footstrep, trapézio e um suporte para os pés também compõem a prancha. 4 é a força do vento que faz a surfista planar pela água.

 (WSL)

1 Liga Mundial de Surf em inglês (World Surf League). 2 organização responsável pelas competições mundiais - até 2014, era chamada de Associação dos Surfistas Profissionais (ASP).

COLABORE COM O NOSSO DICIONÁRIO
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Pinterest - Círculo Branco

Contato

COPYRIGHT © 2019, PORTAL MANASURF . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.